Pelo trabalho espiritual modificamo-nos…

Pelo trabalho espiritual modificamo-nos…

Na escola da Fraternidade Branca Universal, o discípulo exercita, diariamente, as suas capacidades, recorrendo a um menu variado de alimentos espirituais que o Mestre preparou. É com o exercício regular e com persistência que, gradualmente, vai alcançando a meta do aperfeiçoamento….

“Todos os homens possuem um rosto interior que é diferente do seu rosto físico. Este rosto interior é o da sua alma. Ele não tem traços definidos e imutáveis graças aos quais podería­mos reconhecê-lo. Ele está sempre a modificar­‑se, pois depende estreitamente da vida psíquica do homem, dos seus sentimentos, dos seus pen­sa­mentos, e consoante os momentos aparece luminoso ou tenebroso, harmonioso ou a fazer caretas, expressivo ou impassível. Pela oração, pela meditação, pela contemplação, pelos esta­dos de consciência superiores, é este rosto inte­rior que nós devemos modelar, esculpir, pintar, iluminar, para que um dia a sua beleza impregne o nosso rosto físico.”

PQ, 25 Dezembro 2002

RABOTA, RABOTA, RABOTA…  (trabalho, trabalho, trabalho…)

VRÉMÉ, VRÉMÉ, VRÉMÉ…  (tempo, tempo, tempo…)

VÉRA, VÉRA, VÉRA… (fé, fé, fé…)

[posts-for-page cat_slug=’pensamento-quotidiano’]